Rede dos Conselhos de Medicina
CRM fiscaliza unidades de saúde da região do Alto Acre, no interior do Estado
Seg, 08 de Novembro de 2021 19:12

fiscalização-altoacre2

O Conselho Regional de Medicina do Acre segue com as ações para verificar as condições de trabalho dos profissionais e de atendimento de saúde à população acreana. No último final de semana, a presidente do CRM-AC, Dra. Leuda Dávalos, fiscalizou cinco unidades de saúde da Região do Alto Acre, no interior do Estado.

Entre as unidades fiscalizadas na sexta-feira (5) estão a UBS Antônio Alves Cavalcante, UBS Terezinha Batista e a Unidade Mista da cidade de Assis Brasil. A equipe do CRM também visitou a UBS Gildo Ferreira da Silva, que passa por reforma. Além disso, foi vistoriada a Clínica do Rim, em Brasileia no sábado (6), e o Hospital Dr. Epaminondas Jácome, em Xapuri, no domingo (7).

fiscalização-altoacre

As vistorias fazem parte do cronograma do CRM-AC para o ano de 2021, onde também é acompanhado o funcionamento das unidades de saúde do Estado do Acre na pandemia da Covid-19.

“Fiquei bastante satisfeita com o que encontramos nas unidades básicas de Assis Brasil. Todas estavam com médicos, tinham também dentistas e estão realizando todos os procedimentos que são de sua competência. Na unidade referência tem psicólogo, nutricionista, assistente social e dois fisioterapeutas. Ou seja, as unidades básicas estão dentro dos padrões. Já com relação ao hospital de Xapuri, tem muito o que melhorar, especialmente, na parte de estrutura física e de equipamentos. Vamos continuar acompanhando o funcionamento das unidades de nosso Estado, com intuito de garantir condições melhores de trabalho aos profissionais e, consequentemente, melhor qualidade de atendimento à nossa população”, disse a presidente do CRM.


Relatórios com as constatações devem ser elaborados pelo CRM e encaminhados às direções das unidades e para as Secretarias Municipais de Saúde para as devidas providências.

fiscalização-altoacre1

Sobre a Clínica do Rim, Dra. Leuda falou que é uma importante oportunidade para a população da Região do Alto Acre que faz tratamento de hemodiálise e que precisa viajar até a capital para os procedimentos. Segundo ela, o empreendimento na cidade de Brasileia vai contribuir muito com a população da regional. A clínica começou a funcionar no último sábado (6) e tem capacidade para atender cerca de 180 pacientes.

“Essa clínica vai aliviar o sofrimento de todos aqueles pacientes renais crônicos que sofrem ao se deslocar duas a três vezes de madrugada para chegar a Rio Branco, depois ficam algumas horas em uma máquina e voltam para suas casas. Já é uma doença que causa dor e sofrimento tanto aos pacientes quanto para seus familiares e ainda precisam fazer essa viagem. Com a Clínica do Rim esses pacientes vão estar na sua cidade, ou bem mais próximos, no caso daqueles que moram nos municípios vizinhos. Pelo que nos foi informado, em Brasileia são 14 pacientes e Epitaciolândia 24 que realizam hemodiálise em Rio Branco. Então, todos eles vão poder fazer o tratamento perto de casa. Fiquei muito feliz e até emocionada de saber que esses pacientes vão ser atendidos como devem ser”, afirmou a doutora.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner