Rede dos Conselhos de Medicina
Após receber reclamações de familiares de pacientes e médicos sobre falta de informações no Into, CRM-AC se reúne com direção da unidade
Qui, 19 de Novembro de 2020 19:28

reuniao-mediall

A presidente do Conselho Regional de Medicina do Acre, doutora Leuda Dávalos, e a sub-corregedora, doutora Thereza Neuma, se reuniram nesta quinta-feira (19) com o médico oncologista Hilton Rinaldo Sales Picclei, diretor da empresa Mediall, responsável pela gestão do hospital de referência para atendimento de pacientes com Covid-19 em Rio Branco, o Instituto de Traumatologia do Acre (INTO).

O objetivo da reuniu foi tratar sobre diversas reclamações que o Conselho tem recebido de familiares que estão tendo dificuldade de obter informações sobre o estado de saúde dos pacientes internados na instituição. Além disso, profissionais médicos também têm relatado o mesmo problema, ou seja, estão enfrentando dificuldades de obter informações por parte de médicos lotados na unidade referente aos pacientes.

Durante a reunião, o diretor da unidade alegou que não tinha conhecimento dos fatos e que não compactua com essa situação. Ele informou ainda que as visitas precisam seguir as normas e recomendações, porém que não compactua que um médico destrate o outro que busca informações e se colocou à disposição para quaisquer problemas. Com relação às reclamações dos familiares de pacientes, ele pediu a sugestão do CRM para melhorar o atendimento e repasse de informações.

O diretor informou ainda que o contrato entre o governo do Estado e a empresa, que se encerraria no próximo dia 30 de novembro foi estendido até 31 de dezembro. Diante da informação sobre a conclusão do contrato, a presidente informou que foi solicitado uma reunião com o secretário estadual de Saúde, Alysson Bestene para saber como vai ficar a gestão da unidade, que tem sido uma das principais referências do Estado no atendimento dos casos de contaminação pelo novo coronavírus.

Ainda no encontro, o diretor do INTO informou que os atendimentos de pacientes com suspeita de Covid-19 na unidade, desde o último dia 26 de outubro, voltaram a subir. Atualmente, o hospital tem realizado uma média de 250 atendimentos por dia. Ainda segundo o diretor, os leitos de enfermaria estão praticamente com ocupação máxima, já os leitos de UTI tiveram uma redução de ocupação.

“O CRM sempre teve uma boa relação com a direção da Mediall, e o que a gente queria com essa reunião era que essa boa relação que temos se estendesse a todos os profissionais médicos do estado, já que alguns colegas estão reclamando de problemas com os profissionais que trabalham no INTO. Além disso, recebemos muitas reclamações de familiares de pacientes que também estão tendo esses problemas com informações. Então, nós buscamos, por meio do diálogo, resolver a situação”, disse a Dra. Leuda Dávalos.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner