Rede dos Conselhos de Medicina
CRM-AC dá posse à nova diretoria clínica do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco
Ter, 29 de Setembro de 2020 17:36

posse-huerb

A diretoria do Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) deu posse, nessa segunda-feira (28), à nova Diretoria Clínica do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB) eleita no pleito realizado no último dia 20 de agosto na sede da unidade. Como diretora clínica foi eleita a Dra. Carolina Pinho de Assis Pereira Roque e como vice-diretor clínico Dr. Everson de Freitas da Silva.

Inicialmente, a presidente do CRM, Dra. Leuda Dávalos, parabenizou a nova diretoria e deu boas-vindas para eles que iniciam um trabalho no sistema conselhal, já que têm um papel fundamental como representantes do CRM dentro da unidade de saúde.

“O Conselho hoje está feliz porque passamos anos sem essa representação dentro das instituições e agora voltamos a conquistar esse espaço que é nosso. Estamos com todas as unidades de saúde que têm número de médicos suficientes com diretor clínico, vice-diretor e comissão de ética e isso é um orgulho para o Conselho. Vocês vêm para contribuir e nos ajudar, já que têm as funções parecidas com a nossa de conselheiros e são os braços e olhos do CRM dentro hospital. Desejo boas-vindas a vocês que estão entrando no sistema conselhal e quero dizer que estamos à disposição para ajudar e contribuir com o trabalho de vocês na unidade. A gente espera que vocês possam estar lutando junto com a gente para buscar assegurar os direitos do corpo clínico a melhores condições de trabalho”, disse Dra. Leuda.

A presidente, que é especialista em medicina de família e comunidade assim como a Dra. Carolina, afirmou ainda que é um orgulho ter uma médica de família como representante do corpo clínico do maior hospital do estado.

“É um orgulho para a medicina de família, essa especialidade que por muito tempo foi subestimada e inferiorizada e que é tão importante. Temos uma médica de família como diretora clínica e outra como diretora técnica na Policlínica do Tucumã e agora do HUERB e também eu como presidente do CRM. Então, a especialidade tem se destacado e a ideia é que consigamos equipará-la às demais. Me sinto mais feliz ainda e acredito que seja um ganho para a medicina de família”, afirmou a presidente.

possehuerb

A conselheira federal do Acre e secretária-geral do Conselho Federal de Medicina, Dra. Dilza Ambros, também parabenizou a nova diretoria da unidade e se colocou à disposição para contribuir.

“Gostaria de parabenizar vocês e acho que nós médicos não podemos deixar nenhum espaço que nos compete aberto. Tudo de bom que vocês fizerem durante essa gestão, como fazer com que o hospital funcione da melhor forma, com que a direção clínica realmente assuma seu papel, vocês estarão fazendo bem para medicina, para os colegas médicos e, principalmente, para população. Sempre digo que medicina é missão, é sacerdócio. Me coloco à disposição de vocês para que façam uma gestão maravilhosa, desejo que realmente se animem e agreguem a todos nós que estamos na luta há muito tempo”, ressaltou a conselheira.

O conselheiro Marcus Vinícius destacou que o CRM tem estado vigilante aos problemas do HUERB. Somente este ano foram cerca de sete fiscalizações realizadas na unidade de saúde. “Os problemas são muitos e não é de uma hora para outra que vão se resolver, e nós do CRM realmente estamos nos colocando aqui para ajudar e auxiliar no trabalho de vocês. Acredito que o gratificante é depois vocês olharem para trás e verem tudo que conseguiram fazer e os frutos desse trabalho. Isso que vale a pena, saber que o que foi possível, dentro das condições, vocês fizeram”, afirmou.

Por fim, a diretora empossada do HUERB agradeceu as boas-vindas e falou sobre o que espera do novo desafio. “Me sinto muito honrada de fazer parte desse time, acredito que o CRM é muito bem representado. Já encontrei várias vezes os conselheiros aqui pelo hospital e sempre me senti bem amparada. Esse foi um desafio que topei porque vim trabalhar no HUERB e me apaixonei por esse lugar, acredito que é um hospital de grande potencial e que a gente precisa de um pouco de ajuste. Como foi dito, nós temos realmente muitos problemas, eu e Everson somos bem críticos em relação a isso e queremos resolver. Temos consciência de que não vamos conseguir fazer nenhum milagre e, por isso, também que conversamos com nossos colegas”, concluiu a Dra. Carolina.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner