Rede dos Conselhos de Medicina
Presidente do CRM participa da primeira reunião da comissão de enfrentamento à Covid-19 no Acre por videoconferência
Sáb, 28 de Março de 2020 20:33

Reunião ocorreu neste sábado (28)

A presidente do Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC), doutora Leuda Dávalos, participou, neste sábado (28), da primeira reunião do Centro de Operações de Emergência (COE) de enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19) por videoconferência. A comissão foi criada na sexta-feira (27) pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre).

Durante a reunião, a subsecretária de Saúde do Acre, Paula Mariano, apresentou a atualização dos dados e novas medidas a serem adotadas no enfrentamento à pandemia, além da situação dos leitos disponíveis no estado e informações sobre os kits para testes da doença, que chegaram na sexta.

Foi informado que o Acre tem dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no pronto-socorro de Rio Branco e a Saúde está em negociação para instalação de mais leitos na capital acreana. Além disso, o estado pretende implantar leitos de UTI nas cidades de Brasileia e Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

Uma sugestão dada pela presidente do CRM no encontro foi de que seja feito teste em todos os trabalhadores em saúde, em especial os médicos que estão atuando diretamente com pacientes suspeitos e confirmados de coronavírus. Porém, a subsecretária informou que é possível, neste momento, fazer a testagem somente dos profissionais que estão sintomáticos e dos que tiveram contato com pacientes testados positivos para a Covid-19.

“Segundo a subsecretária, a Saúde está com equipamento e com material suficiente para a realização dos trabalhos e que neste momento estão fazendo desta forma, testando os profissionais que apresentaram sintomas e os que tiveram contatos. A busca mesmo e o trabalho que estão fazendo de forma incansável é organizando os leitos”, afirmou a presidente.

Outra sugestão dada pela comissão é que o estado fique responsável pela organização do fluxo de pacientes para que todas as unidades de saúde, sejam elas públicas ou privadas, possam seguir.

“Foi uma reunião muito proveitosa e esclarecedora, eles passaram para a gente toda a realidade do que está acontecendo, o que pode acontecer e como estão trabalhando e a gente se colocou mais uma vez a disposição para colaborar. É sempre importante estarmos a par do cenário atual, do que temos e do que precisamos ter para que estejamos realmente trabalhando com o que é real”, concluiu a presidente do CRM.

Comissão

Além do CRM-AC, fazem parte da comissão o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre e Associação Médica do Acre. O grupo vai atuar frente às ações que buscam a contenção da propagação da Covid-19, transmissão local e preservação da saúde da população em geral.

Representantes do gabinete do secretário, Alysson Bestene, além de pessoas da assessoria técnica, do Departamento de Assessoramento Técnico de Vigilância em Saúde e do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) também compõem o grupo.

De acordo com a portaria, a comissão também é composta por representantes da Diretoria de Assistência à Saúde, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), do Laboratório Central de Saúde Público (Lacen) e da Coordenação de Vigilância Epidemiológica de Rio Branco. Além da Diretoria de Administração e Compras e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado do Acre.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner