Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
CFM faz mapeamento do número de leitos de UTI no País.

CFM faz mapeamento do número de leitos de UTI no País.

O Conselho Federal de Medicina mapeou a distribuição dos leitos de UTI entre os estados e capitais do País com resultados preocupantes tanto no número absoluto de leitos como em sua distribuição.

Os leitos de UTI para o SUS e particulares estão disponíveis em somente 532 dos 5.570 municípios dos existentes no país. Sendo que leitos UTI da rede pública existem em apenas 466 desses.

Segundo a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) o parâmetro de referencia para o bom atendimento à população é de 1 a 3 leitos para cada 10 mil habitantes.

Dos estados da região norte o Amapá tem o pior índice, com 797mil habitantes, 82 leitos de UTI e apenas 26 leitos para o SUS dando 0,33 leitos para cada 10 mil habitantes. O estado com melhor índice é Rondônia, com 1.805 mil habitantes, 294 leitos de UTI sendo 183 para o SUS resultando em 1,01 leitos por 10 mil habitantes.

O Acre, com uma população de 829 mil habitantes, tem 75 leitos de UTI (todos em Rio Branco) sendo 59 para o SUS o que dá 0,71 leitos para cada 10 mil habitantes.

Segundo o Presidente do Conselho Regional de Medicina do Acre, Dr. Virgilio Prado “ A falta de leitos aflige tanto a população, que não tem acesso ao atendimento ideal quando estão em situações críticas de saúde, como os médicos que vêem-se a todo momento na delicada condição de realizar escolhas sobre qual paciente priorizar em um ambiente de escassos recursos”.

CFM faz mapeamento do número de leitos de UTI no País.

O Conselho Federal de Medicina mapeou a distribuição dos leitos de UTI entre os estados e capitais do País com resultados preocupantes tanto no número absoluto de leitos como em sua distribuição.

Os leitos de UTI para o SUS e particulares estão disponíveis em somente 532 dos 5.570 municípios dos existentes no país. Sendo que leitos UTI da rede pública existem em apenas 466 desses.

Segundo a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) o parâmetro de referencia para o bom atendimento à população é de 1 a 3 leitos para cada 10 mil habitantes.

Dos estados da região norte o Amapá tem o pior índice, com 797mil habitantes, 82 leitos de UTI e apenas 26 leitos para o SUS dando 0,33 leitos para cada 10 mil habitantes. O estado com melhor índice é Rondônia, com 1.805 mil habitantes, 294 leitos de UTI sendo 183 para o SUS resultando em 1,01 leitos por 10 mil habitantes.

O Acre, com uma população de 829 mil habitantes, tem 75 leitos de UTI (todos em Rio Branco) sendo 59 para o SUS o que dá 0,71 leitos para cada 10 mil habitantes.

O Presidente do Conselho Regional de Medicina do Acre, Dr. Virgilio Prado a falta de leitos aflige tanto a população, que não tem acesso ao atendimento ideal quando estão em situações críticas de saúde, como os médicos que vêem-se a todo momento na delicada condição de realizar escolhas sobre qual paciente priorizar em um ambiente de escassos recursos.

 

Banner Lateral Direito

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Conselho Regional de Médicina do Estado do Acre © PORTAL MÉDICO 2016 -
Nova Avenida Ceará, n.°  933 - Jardim de Alah - Rio Branco - AC | Cep: 69915-526
Fone: (68) 3227-1313 - Fax. (68) 3227-5777 | e-mail - crmac@crmac.org.br e registropf@crmac.org.br